A sua genética interfere nos seus resultados?

Existe quem passe horas na academia e faça dietas diferenciadas, porém raramente note algum resultado expressivo, seja de emagrecimento ou de melhora em definição muscular.

Acredite, esse tipo de situação é mais comum do que se imagina. Curiosamente, a genética pode ser a grande culpada, já que ela interfere diretamente nos resultados obtidos e na performance.

Cada pessoa possui um organismo específico e variáveis genéticas que explicam o porquê de certas atividades físicas não darem o resultado esperado ou então o motivo pelo qual certa dieta não leva ao emagrecimento definitivo.

 

energia_szenhidrat_zsir

 

Conhecer essas variáveis é primordial para entender melhor as especificidades de cada organismo e poder ter resultados melhores, seja na corrida, na prática de crossfit ou na adoção de um plano alimentar emagrecedor diferenciado.

Embora esse tema seja novidade para muitas pessoas, para atletas profissionais o assunto é algo relativamente comum, já que muitos deles utilizam a genética a seu favor para obter melhor performance em campeonatos.

Como conhecer quais são suas variáveis genéticas?

A melhor maneira é realizando um mapeamento genético, utilizando uma pequena amostra de DNA, que comumente é colhida de forma indolor, passando um cotonete no interior da boca.

A Progenes realiza esse tipo de teste e entrega um relatório intuitivo com dados assertivos sobre suas variáveis genéticas e como elas influenciam em sua performance em treinos.

O que se descobre com o teste genético?

Esse tipo de análise genética permite conhecer melhor características principais de cada organismo e determinar, por exemplo:

– Se seu organismo se adapta melhor a atividades de intensidade elevada por menor tempo ou de intensidade baixa em treinos mais extensos;

– Chance de overtraining e de suscetibilidade a danos, como necrose muscular, por realizar esforço em demasia;

– Tipo de dieta / alimentação mais indicada ao seu organismo, para garantir melhor qualidade de vida e emagrecimento;

– Existência de riscos para a saúde, como suscetibilidade a infarto, hipertensão, diabetes, entre outras doenças.

 

shutterstock_552130150.0

 

Utilizando a genética a seu favor

O grande diferencial de fazer o teste genético está no conhecimento que se passa a ter sobre organismo, podendo desenvolver programas de treinamento ou planos de alimentação diferenciados para ter resultados mais expressivos e significativos.

Com as informações do teste é possível, por exemplo, montar um treino personalizado que trará sucesso no processo de ganho de massa muscular e eliminação da gordura, conquistando o corpo definido e musculoso que você sempre sonhou.

Também dá para adotar um plano alimentar que atenda de maneira pontual suas necessidades diárias e que ajude a minimizar o risco de desenvolver doenças no futuro.

No entanto, se você não tem formação em educação física ou nutrição é importante ter um cuidado fundamental: somente realizar modificações no seu treino ou alimentação com o auxílio de um especialista.

Procure um educador físico e nutricionista para analisar os resultados de seu teste genético e montar um programa de treinos mais efetivo, inclusive um plano alimentar mais eficaz. Apenas assim será possível tirar máximo proveito dos resultados do teste e usar sua genética a seu favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *